Conferência sobre a Líbia demonstra contradições do Brasil

Mustafa Abdel Jalil (centro), presidente do CNT, entre Mahmoud Jibril (à esquerda) e o presidente Nicolas Sarkozy durante entrevista no Palácio do Eliseu, em Paris.

Mustafa Abdel Jalil (centro), presidente do CNT, entre Mahmoud Jibril (à esquerda) e o presidente Nicolas Sarkozy durante entrevista no Palácio do Eliseu, em Paris.

REUTERS/Benoit Tessier

Representantes de 63 países se reuniram nesta quinta-feira no Palácio do Eliseu, sede da presidência francesa, para a Conferência de Países Amigos da Líbia. No encontro, presidido pela França e a Grã-Bretanha, foi anunciado o desbloqueio de 15 bilhões de dólares de ativos líbios para as novas autoridades do país. O Brasil foi representado na reunião pelo embaixador Cesário Melantônio Neto, que não quis dar declarações à imprensa. O Ministério das Relações Exteriores, entretanto, divulgou uma declaração à margem do encontro encorajando um processo democrático de transição. O especialista em defesa Nelson During, editor do site Defesa.Net, analisa como a posição do Brasil em relação ao conflito na Líbia tem se revelado contraditória.

Fonte: http://www.portugues.rfi.fr/geral/20110902-conferencia-sobre-libia-mostra-contradicoes-da-politica-externa-brasileira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s