Autoridades moçambicanas condicionam marcha dos Povos da SADC

As autoridades moçambicanas colocaram entraves à marcha de solidariedade dos Povos da SADC que desfilou esta quinta-feira em Maputo. A organização denuncia uma tentativa de marginalização do evento e uma falta de respeito pelo povo moçambicano.

Grupo de trabalho no fórum dos Povos da SADC 2012 que decorreu entre 13 e 15 de Agosto na província de Maputo http://sadcpeoplessummit.org/

O Conselho Municipal de Maputo, a polícia da República de Moçambique e a Defesa Nacional ditaram uma rota que, segundo a organização da cimeira dos povos da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), ditou uma marginalização da acção que ocorreu hoje na capital do país.

Tendo como ponto de partida a Praça Robert Mugabe, a marcha percorreu a Avenida Marginal até ao Centro de Conferências Joaquim Chissano, o que foi considerado um percurso que não favoreceu a visibilidade da manifestação face à população de Maputo.

João Palape, porta-voz da União Nacional dos Camponeses (UNAC), associação moçambicana anfitriã do evento, considera que o governo não respeitou o seu próprio povo.

Fonte:http://www.portugues.rfi.fr/africa/20120816-autoridades-mocambicanas-condicionam-marcha-dos-povos-da-sadc

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s