Intervenções políticas em dia de reflexão antes das eleições em Angola

A escassas horas da abertura das mesas de voto para as eleições gerais desta sexta-feira em Angola, o dia de reflexão dos eleitores Angolanos foi marcado por múltiplas intervenções políticas.

Esta quinta-feira de manhã, o Presidente da UNITA e candidato às presidenciais Isaías Samakuva voltou a reclamar publicamente o adiamento do escrutínio desta sexta-feira. Por seu lado, o MPLA no poder denunciou o que qualifica de manipulação por parte de sectores da oposição e ameaçou formalizar uma queixa junto da Comissão Nacional de Eleições.

Paralelamente, as imediações da sede da CNE em Luanda foram palco de uma manifestação organizada por cerca de trinta jovens simpatizantes da formação política CASA-CE que pretendiam denunciar irregularidades no processo eleitoral. A manifestação acabou por ser dispersada, o forte dispositivo policial presente no local tendo procedido a detenções.

Refira-se ainda que para além dos três partidos anteriormente citados, outras 6 formações participam no escrutínio deste 31 de Agosto: o PRS, Partido da Renovação Social, a FNLA, Frente Nacional de Libertação de Angola, o Partido Popular para o Desenvolvimento, o Conselho Político da Oposição, a Nova Democracia bem como a Frente Unida para a Mudança de Angola.

O relato desta véspera de eleições gerais em Angola com o enviado especial da RFI a Luanda, Miguel Martins.

Fonte: http://www.portugues.rfi.fr/africa/20120830-intervencoes-politicas-em-dia-de-reflexao-antes-das-eleicoes-em-angola

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s